Anvisa promete maior agilidade à navegação de cabotagem e publica nova resolução

Anvisa-promete-maior-agilidade-à-navegação-de-cabotagem-e-publica-nova-resolução
Através da Resolução RDC nº 125/2016, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) passa a permitir a operação de embarcações de cabotagem (sem se afastar da costa brasileira) por 90 dias sem a necessidade de renovar o Certificado de Livre Prática (CLP – a permissão emitida pela agência para operar embarque e desembarque de passageiros, cargas ou suprimentos), independente da distância da viagem. O prazo passa a representar a validade do certificado para esse tipo de operação.

Até então, cada vez que a embarcação chegava para operar em um porto, era necessário emitir novo CLP. As novas normas prometem agilizar este tipo de navegação e fomentar a competitividade da prática.

A regra não afeta as operações de navegação de longo curso, interior, de apoio marítimo ou portuário. Caso a embarcação não disponha do CLP válido quando da chegada ao porto, a operação será proibida e a embarcação deverá aguardar em local designado pelas autoridades marítimas, portuárias e sanitárias, sujeitando-se à inspeção.

Créditos: Equipe Task-Force Fármaco-Químico do Zilveti Advogados.

Compartilhe

Artigos Recentes

Solução de Consulta COSIT nº 61/2024 e a Indevida Inclusão do Fundo de Combate à Pobreza na Base de Cálculo do PIS e da COFINS

No dia 26 de março de 2024, a Receita Federal do Brasil, por sua Coordenação-Geral de Tributação, editou a Solução …

Ler mais >